Cinco prédios em Londres são evacuados para obras contra incêndio

0
41
Família deixa prédio em Londres durante desocupação para realização de obras de segurança contra incêndio, na sexta (23) (Foto: Justin Tallis/AFP)

Evacuações serão imediatas para realização de obras urgentes, que devem durar até quatro semanas. Medida é tomada nove dias após incêndio que matou 79 pessoas na torre Grenfell.

Cinco torres de apartamentos do norte de Londres, com um total de 800 unidades, serão evacuadas imediatamente para a realização de “obras urgentes” com a finalidade de melhorar a segurança contra incêndios, anunciou o município de Camden nesta sexta-feira (23).

A decisão foi tomada devido ao risco que representa o revestimento externo destes prédios, instalado pela mesma empresa que o colocou na torre Grenfell, onde um incêndio deixou 79 mortos em 14 de junho.

A evacuação já está acontecendo. “Não podemos ficar tranquilos de que as pessoas estejam a salvo”, declarou Georgia Gould, alta funcionária do município londrino. “A única coisa que importa é deixar a população segura enquanto executamos as obras urgentes”.

Residentes deixam o edifício Burnham Tower no norte de Londres durante desocupação para realização de obras de segurança contra incêndio, na sexta (23) (Foto: Justin Tallis/AFP)

Residentes deixam o edifício Burnham Tower no norte de Londres durante desocupação para realização de obras de segurança contra incêndio, na sexta (23) (Foto: Justin Tallis/AFP)

As obras para tirar o revestimento das cinco torres vão durar entre duas e quatro semanas, segundo as autoridades.

À noite, vários moradores abandonaram a torre Taplow carregados de bagagens. “Mandaram a gente evacuar o edifício, vou avisar os outros moradores”, disse à AFP Casey Oppong, presidente da associação de moradores.

As autoridades indicaram um centro de lazer nas redondezas para eles passarem a noite.

Outros habitantes, contudo, reclamaram da ordem de evacuação.

“Estava na casa do meu namorado quando recebi uma mensagem, tive que voltar correndo. E aí me pediram para sairmos antes de meia-noite”, explicou Melanie Tham. “É uma loucura, esse prédio existe há anos, que diferença faz uma noite?”

Exterior da Grenfell Tower após incêndio em Londres (Foto: Reuters/Marko Djurica)

Exterior da Grenfell Tower após incêndio em Londres (Foto: Reuters/Marko Djurica)

Revestimento defeituoso

Segundo uma análise solicitada pela primeira-ministra Theresa May, 600 prédios geridos pelo poder público em Londres têm o mesmo tipo de revestimento da torre Grenfell. As investigações sobre as causas do incêndio permitiram estabelecer que o material inflamável dos painéis que cobriam os 24 andares do edifício foi o responsável pela rápida propagação do fogo.

Fiona McCormack, policial científica, afirmou que a polícia vai examinar “o papel de todas as empresas envolvidas na construção e na renovação do edifício”, assegurando que eventuais acusações de homicídio não podem ser descartadas.

O revestimento da torre Grenfell foi instalado para isolar e embelezar o edifício, durante uma reforma do prédio em 2016.

A responsável policial ainda expressou seu medo de que o balanço final supere os 79 mortos, porque poderiam haver imigrantes ilegais entre os moradores do prédio, sem o conhecimento das autoridades.

Nove feridos seguem hospitalizados, três deles em estado crítico.

France Presse

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui