Final da 3ª Copa Integração Indígena terá prêmios em dinheiro e troféus, domingo

0
20

A etapa final da 3ª Copa Integração Indígena acontece domingo, 1º de outubro, no Campo Emílio Silva, na Aldeia Jaguapiru, Reserva de Dourados.

Haverá premiação para as torcidas e o melhor no campo vai levar R$ 2 mil; o segundo, R$ 1 mil e o terceiro, R$ 500 e o quarto, troféu que também está destinado aos primeiros lugares.

O coordenador do evento, o terena Clemêncio Mariano da Silva, de 60 anos, disse em entrevista ao DouradosAgora, esta manhã, que a disputa deste fim de semana está entre as equipes “Assis Brasil”, do Jardim Monte Alegre, e “Ribeirinho”, da Jaguapiru.

Clemêncio, que esteve na redação do DouradosAgora acompanhado pelo assessor, o terena Ivan Ávila, mais conhecido por “Lima”, de 45 anos, conta que 16 equipes disputaram o certame que começou em junho deste ano. “A gente vem mexendo com esses eventos há oito anos e, finalmente, há três, a disputa se consolidou”, diz Clemêncio.

Segundo ele, a equipe formada por cinco indígenas terenas, começou há oito anos com a “Copa Ramão Machado”, que foi seguida pela “Copa da Inverno”, “Copa Ouro” e a “Copa Cabreira de Futebol Suiço”. O foco, agora, é a “Copa Integração Indígena”, que visa compartilhr o espaço no campo com não indígenas.

“Amizade move a disputa. Queremos aproximar as pessoas de fora, trazer para conhecer a realidade da nossa aldeia. Eles vão lá, veem os índios jogando futebol e percebem que são pessoas como todos os demais. Somos iguais”, diz Clemêncio que levou a seleção indígena para os jogos mundiais que aconteceu em Tocantis.

Dourados Agora

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui