Nove escolas disputam final do ‘soletrando’ em Dourados

0
22

No próximo dia 3 de outubro, a partir de 8h, no Auditório do Centro Administrativo Municipal, acontece a etapa final do Projeto Soletrando, mantido pela Secretaria de Educação, através do Núcleo de Tecnologia Educacional Municipal (NTEM). Os 3 finalistas do 4° e 5° anos terão direito a bolsa de estudos da Escola de Idiomas Yázigi, em Dourados, e ainda um brinde surpresa da E2 Soluções em Tecnologia.

Com entrada franca para o público, a etapa final terá a participação das escolas municipais Bernardina Corrêa de Almeida, Fazenda Miya-Pólo, Coronel Firmino Vieira de Matos, Dr. Camilo Hermelindo da Silva, Izabel Muzzi Fioravante, Padre Anchieta, Professora Antônia Candida de Melo, Professora Clori Benedetti de Freitas e Professora Efantina de Quadros.

As escolas que contavam com estagiários na Sala de Tecnologia Educacional se inscreveram para participar do projeto, treinaram o uso do software na sala de tecnologia e depois elaboraram as eliminatórias internas das escolas, chegando a um representante do quinto ano e um representante do quarto ano para cada unidade nesta final.

“Pensamos em fazer um projeto interno relacionado às salas de tecnologia sob a orientação do NTEM. Mas o projeto foi ganhando uma proporção maior à medida que os alunos ficavam cada vez mais estimulados a participarem do projeto e agora vamos fazer a final. A expectativa é que no ano que vem seja muito mais abrangente”, disse a professora Valéria Aparecida Ribeiro, coordenadora do NTEM, que destacou ainda a parceria com Elisabete Baldasso, da Yazigi, para premiar os 3 finalistas de cada ano e Eric Galassi, diretor da E2.

No dia do evento, um lanche será distribuído para os alunos. “Teremos quatro escolas que virão do campo e 5 da área urbana. Os alunos virão acompanhados dos diretores, coordenadores e dos estagiários das STE”, disse Suziana Regina Bett, professora formadora do NTEM.

Segundo Suziana, o Projeto Soletrando nasceu após a formação que os estagiários das STE fizeram no mês de março, sob a orientação do NTEM. Eles foram incentivados a desenvolver um projeto nas respectivas escolas com auxílio do professor regente. A estagiária Brenda Mayara Sutier de Lima, da escola Izabel Muzzi Fioravante, desenvolveu o Soletrando e apresentou na IV Mostra de Trabalhos do NTEM, em 31 de maio, no auditório do CAM.

Com o sucesso do projeto, o NTEM resolveu estender as demais escolas municipais e, na segunda formação dos estagiários que ocorreu no mês de agosto, foi feito o lançamento do projeto Soletrando disponível para todas as unidades.

 Dourados Agora

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui