Minha filha é princesa, sim!

0
255
Por Jackeline de Lara*

Entre outros significados que há nos dicionários do mundo todo, a palavra princesa é um substantivo feminino, sinônimo de “Soberana de um principado”. Na bíblia quando se fala em princesa, se refere a uma jovem, uma mulher forte, leal, valente, feliz, bem sucedida, digna da confiança de todos, fiel, em especial ao criador da humanidade, Jeová.

Toda mãe, que ama seus filhos, querem o melhor para eles. Toda mãe que tem uma filha e a ama, com certeza, ela é a estrela do seu mundo, em seu íntimo essa filha é para ela tudo de mais precioso, simboliza tudo de melhor, mais sublime, depois de Deus, sua fonte de vida, e alegria de viver. Para uma filha, uma verdadeira mãe, sonha, ora, profetiza, deseja com o mais ardente dos desejos, que ela seja e tenha o melhor em todos os seus dias, e isso apenas uma princesa poderia ter.

Quando digo que minha filha é princesa sim, não me vem à mente um ser fútil, cheia de ilusões na cabeça, que fica à espera de um príncipe encantado que irá salvá-la de suas neuras, falo em uma mulher segura de si, voltada aos problemas de outras pessoas, não ao próprio umbigo, cheia de vida, fé, alegria na alma, fiel a Deus e às pessoas, desapegada de coisas materiais, humilde, corajosa a ponto de dar a própria vida em prol do que é justo.

O machismo trouxe consequências drásticas e terríveis para a humanidade, escravizou e abusou de todas as formas cada mulher que viveu e vive, nascendo daí uma geração de meninas, decepcionadas, destruídas por dentro, tristes, e revoltadas com o que viram suas avós, e mães passarem, e depois até elas mesmas, desse grupo algumas se fizeram de apáticas, se retraíram, se mataram como mulheres, e sobrevivem como se nada vissem, outras, tentam passar a imagem de que até concordam com a soberania machista para viverem “melhor”, e há aquelas que preferem expor de alguma forma toda essa dor, como que uma explosão de sentimentos materializados em aversão à homem, já que os que conheceram, deixaram marcas traumáticas em suas vidas, ou de mulheres que elas amam, e tomam para si suas dores, são as denominadas feministas, que nada mais são que mulheres que lutam por respeito, e querem seus direitos de volta e amparados em lei, nada mais.

Uma princesa não precisa estar necessariamente à espera ou junto de um príncipe para ser princesa, não é essa a ideia, princesa simboliza a liberdade da mulher em sua plenitude, o domínio sobre si mesma, e a força para vencer tudo que tente impedir.

Com orgulho, e intenção profética, chamo minhas filhas, sobrinhas, alunas, amigas, filhas de amigas, de princesas, porque além de ser sinônimo de tudo o que uma mulher quer e precisa ser, é também uma atitude minha, intencionalmente profética, já que acredito na materialização de tudo o que com fé proferimos.

Que todas, meninas e mulheres do mundo, em todas as gerações presente e futuras, sejam princesas.

* Jackeline de Lara, graduada em Pedagogia, especialista em Educação Especial e em  Educacão Infantil e Séries Iniciais, proprietária do Espaço Kids. Casada e mãe de duas lindas filhas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui