Em má fase, Cleveland Cavaliers é atropelado pelos Raptors, em Toronto

0
6

Em confronto da parte de cima da tabela de classificação do Leste, time canadense domina o Cleveland mesmo desfalcado e vence por 34 pontos de diferença: 133 a 99

A fase dos Cavaliers não é nada boa. Vindo da então pior derrota da temporada, para o Minnesota Timberwolves, na segunda-feira, o Cleveland teve desempenho ainda mais fraco na noite desta quinta (madrugada de sexta no Brasil). Em confronto direto da parte alta da tabela de classificação da Conferência Leste, LeBron James & Cia, terceiros colocados, foram dominados pelo vice-líder Raptors, em Toronto: 133 a 99.

Foi a maior pontuação cedida pela defesa dos Cavs na temporada. A diferença de 34 pontos no placar também foi a mais ampla sofrida pela equipe de Cleveland no campeonato. Já do lado do Toronto, que ainda jogou desfalcado de dois titulares, Kyle Lowry (machucado) e Serge Ibaka (suspenso), a partida marcou a melhor atuação ofensiva, além do recorde de bolas de três convertidas pelo time na temporada, com 18.

Jogo coletivo faz a diferença para o Toronto: o encontro entre dois dos melhores times do Leste até começou equilibrado. Com LeBron James no comando do ataque, o Cleveland chegou a incomodar o Toronto no primeiro quarto, que terminou em 30 a 24 para os donos da casa. A partir daí, a partida se tornou um passeio. Com uma movimentação de bola intensa, o jogo coletivo dos Raptors começou a fazer a diferença no segundo período e os donos da casa deslancharam. Explorando bastante as falhas defensivas dos rivais, o Toronto chegou a abrir 25 de frente no segundo período e foi para o intervalo vencendo por 65 a 40.

Na volta dos vestiários, o Cleveland continuou sem conseguir apresentar resposta ao ataque do Toronto. Para piorar, a produção ofensiva desapareceu, limitada a algumas infiltrações de LeBron James. Com Jonas Valanciunas dominante do garrafão e ótimo aproveitamento nos chutes de média e longa distância, os Raptors não demoraram para ampliarem a vantagem para 33 (78 a 45) e passaram apenas a controlar a partida. Ao fim do terceiro quarto, com o placar em 100 a 72 para os donos da casa, o técnico dos Cavs jogou a toalha e tirou todos os titulares de quadra, já pensando na partida desta sexta-feira, contra o Indiana Pacers. Os Raptors, também com suplentes, trataram de manter o ritmo e fecharam a grande vitória sobre os rivais por 133 a 99.

Irritação de LeBron: o astro dos Cavs foi o único que rendeu bem no time nesta quinta. Foram 26 pontos para King James, que mostrou muita irritação ainda no segundo quarto da partida durante um tempo técnico pedido pelo técnico Tyronn Lue. A raiva de James é compreensível: foi a primeira vez em 15 anos de carreira que ele foi derrotado em dois jogos seguidos por 25 pontos ou mais de diferença. Em má fase, o Cleveland tem seis derrotas nos últimos oito jogos.

Thomas descalibrado: em sua quarta partida desde o retorno da grave lesão no quadril, o armador Isaiah Thomas voltou a ter dificuldades, contribuindo com apenas quatro pontos. O baixinho errou todos os seis arremessos para três pontos que arriscou e terminou com aproveitamento de quadra de apenas 13,3%, com duas cestas convertidas em 15 tentadas.

Outro que também teve desempenho bastante ruim foi JR Smith, que tentou apenas cinco arremessos de quadra e errou todos, terminando o jogo zerado. Jae Crowder anotou 11 pontos e Kevin Love somou outros 10. Jeff Green contribuiu com 13, saindo do banco.

Jovem dos Raptors tem o jogo da carreira: de maneira surpreendentemente, não foi DeMar DeRozan o principal destaque do Toronto no jogo. O jovem Fred VanVleet, de 23 anos, saiu do banco para anotar sua melhor marca da carreira, com 22 pontos, e terminar como cestinha dos donos da casa. CJ Miles e Pascal Siakam somaram outros 16 cada, enquanto o pivô Jonas Valanciunas anotou duplo-duplo de 15 pontos e 18 rebotes. DeRozan terminou o jogo com 13 pontos e oito assistências.

Campanhas
Raptors: 29v, 11d (2º do Leste)
Cavs: 26v, 15d (3º do Leste)

Próximos jogos
Raptors: contra os Warriors, sábado (13/01), em Toronto
Cavs: contra os Pacers, sexta-feira (12/01), em Indiana

SporTV

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui